Acidente em Três Barras vitimou mãe e três filhos; mais duas pessoas morreram


Biluka

Trata-se do maior acidente em número de vítimas fatais já registrados neste trecho da BR-280

 

 

 

As três crianças mortas no gravíssimo acidente ocorrido perto das 12 horas deste domingo, 20, na BR-280, proximidades da Floresta Nacional (Flona) do Ibama, em Três Barras, tinham 11, nove e cinco anos, respectivamente, e viajavam com a mãe em um Gol com placas de Canoinhas. Os quatro morreram. Outras duas mulheres que viajavam em um Renault Logan com placas de Jaraguá do Sul, que colidiu frontalmente contra o Gol, morreram no local do acidente. Não houve sobreviventes. Trata-se do maior acidente com número de vítimas fatais já registrados na BR-280, entre Porto União e Mafra, em quase 40 anos da rodovia. Antes deste acidente, cinco pessoas, identificadas como sendo da mesma família, morreram em trecho próximo da divisa entre Canoinhas e Irineópolis da rodovia. O acidente ocorreu por volta das 23h30 de 24 de abril de 2016 em território canoinhense. Até então esse era o maior acidente com vítimas fatais registrado na rodovia.

 

 

 

Carla Regina Alves de Souza, 42 anos, e os três filhos – duas meninas de 9 e 5 anos e um menino de 11 anos -, eram de Canoinhas. Patrícia Fernandes, 33 anos, e Beloni Leopolski, 41 anos, que estavam no Logan, eram de Jaraguá do Sul.

 

 

 

Por causa da colisão, a BR-280, na altura da Barra Grande, a rodovia ficou completamente interditada por cerca de uma hora.

 

 

 

 

 

Bombeiros, Serviço Móvel de Urgência (Samu), policiais rodoviários federais e militares trabalharam no resgate das vítimas, todas encarceradas nos respectivos veículos. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal e passam por perícia.

 

 

 

 

 

 

 





Deixe seu comentário: