Prefeitos do Planalto Norte apresentam prioridades ao governador Carlos Moisés

Passos com Moisés e o vereador Célio Galeski/Divulgação

Prefeitos priorizaram melhorias nas rodovias SC-477 e SC-120, energia elétrica, Hospital Santa Cruz e aeroporto de Mafra

 

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), se reuniu na tarde desta quinta-feira, 7, na Casa d’Agronômica, sua residência oficial em Florianópolis, com os prefeitos representantes da Associação dos Municípios do Planalto Norte (Amplanorte) e com os deputados Ricardo Alba, Paulinha, Valdir Cobalchini e Vicente Caropreso. Na ocasião, foram tratadas as demandas de infraestrutura, saúde e ações de incentivo ao desenvolvimento da economia da região.

 


 

Os prefeitos apresentaram ao governador uma pauta com as prioridades para a região.

 

 

Na pauta, repasse de recursos para a manutenção das SCs 120 e 477, ampliação do programa Porteira Adentro, construção de ponte para ligar os distritos do Campo d’Água Verde, em Canoinhas, e São Cristóvão, em Três Barras, ampliação do sistema de videomonitoramento, energia elétrica, a situação do Hospital Santa Cruz de Canoinhas e do aeroporto de Mafra.

 

 

“Estamos confiantes no compromisso assumido pelo governador em nos apoiar. Afinal, a pauta apresentada não é reivindicação de um prefeito, mas de todos os canoinhenses que querem soluções aos problemas enfrentados”, disse o prefeito de Canoinhas, Beto Passos (PSD).

 

 

PEDIDOS

Os prefeitos falaram também sobre as rodovias estaduais que cortam a região. A SC 120, que liga os municípios de Canoinhas e Timbó Grande, precisa de manutenção. Convênio foi firmado entre os Governos de Canoinhas e do Estado para realizar a recuperação da via prevendo repasse de recursos ao Município, o que de fato ainda não aconteceu. “Para dar condições de tráfego, especialmente nesta época de safra e escolar, solicitamos a liberação dos recursos a fim de que possamos recuperar a estrada”, disse Passos. Considerado a precária situação da SC 477, trecho que liga Canoinhas a Papanduva (as BRs-280 a 116), os prefeitos pediram a colaboração do governador para que ela seja revitalizada.

 

Considerando a importância da agricultura para Canoinhas e para o Estado é que Passos também solicitou recursos para ampliar o programa que oferece serviços de escavadeira hidráulica, trator esteira e retroescavadeira aos agricultores. Ele também pediu o repasse imediato de valores atrasados para o Hospital Santa Cruz.



 

Outro assunto debatido foi a construção de uma ponte para facilitar o acesso entre os maiores distritos de Canoinhas e Três Barras, ligando o Campo D’Água Verde e o São Cristóvão.

 

A fim de aumentar ainda mais a eficiência do monitoramento realizado pela Polícia Militar via câmeras de segurança na prevenção e na correção de atos ilícitos, Passos solicitou também a ampliação do sistema de videomonitoramento (Bem-te-vi) na área central e bairros de Canoinhas.

 

 

REGIÃO

A pauta levada pelo prefeito de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti (PSDB), ao governador, foi a necessidade de melhorias no fornecimento da energia para amenizar e melhorar as condições dos fumicultores, que vêm sofrendo com quedas sucessivas de energia.

 

O prefeito de Mafra, Wellington Bielecki (PSD), reivindicou ao governador a cessão do aeroporto Hugo Werner para o município, com o intuito de reativar e ampliar seu uso. Segundo o prefeito, o aeroporto traria ainda mais desenvolvimento econômico para Mafra e toda a região do Planalto Norte.

 

Outros prefeitos da Amplanorte também apresentaram documentos com reivindicações. Participaram ainda do encontro o prefeito de Três Barras, Luis Shimoguiri (PSD); de Major Vieira, Orildo Severgnini (MDB), de Itaiópolis, Reginaldo José Fernandes Luiz; de Porto União, Eliseu Mibach; de Monte Castelo, Jean Carlos Medeiros (PSDB); de Irineópolis, Juliano Pereira (PSDB), e de Papanduva, Luis Henrique Saliba (PP).

 

 

De modo geral, os prefeitos pediram melhorias na infraestrutura (com foco na SC-477), saúde e ações de incentivo para desenvolvimento da economia da região.

 

De acordo com o governador esses pleitos estão sendo recebidos e vistos de forma isonômica. “A conversa com os prefeitos é sempre muito importante. Eles conhecem as necessidades regionais melhor do que ninguém. Estamos recebendo representantes de todas as associações e trataremos todas as reivindicações de forma isonômica”, salientou Moisés.

Deixe seu comentário: