Polícia Civil prende mais um suspeito de morte de idosa em Papanduva


Divulgação/Polícia Civil

Segundo a Polícia Civil, os investigados foram vizinhos da vítima e, portanto, conheciam a sua rotina e a dos vizinhos

 

 

 

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Mafra e da Delegacia da Comarca de Papanduva, cumpriu nesta sexta-feira, 27, um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem, em razão da prática do crime de latrocínio, ocorrido no dia 19 de novembro no bairro São Cristóvão, em Papanduva. Um segundo investigado já havia sido preso, por força de um mandado de prisão preventiva no dia 21 de novembro pela Polícia Militar de Mafra.

 

 

 

De acordo com as investigações, no dia 19 de novembro, por volta das 23h30, no bairro São Cristóvão, em Papanduva, os dois investigados invadiram a casa da idosa de 91 anos, a mataram com requintes de crueldade e, ato contínuo subtraíram diversos objetos.

 

 

 

Segundo a Polícia Civil, os investigados foram vizinhos da vítima e, portanto, conheciam a sua rotina e a dos vizinhos, assim como tinha amplo conhecimento do interior da residência, o que facilitou a entrada dos mesmos.

 

 

 

Com base no levantamento de local de crime, informações de diversas testemunhas, a Polícia Civil representou ao Poder Judiciário pela concessão de mandado de prisão preventiva. O pedido foi atendido e durante o decorrer da semana, os policiais civis empreenderam diligências a fim de encontrar os autores.

 

 

 

“A Polícia Civil ressalta que o acionamento imediato, a preservação e o estudo do local do crime, bem como, o compartilhamento de informações pelas polícias civil e militar, foram cruciais para a elucidação do caso, sendo que os dois presos aguardarão a decisão da Justiça recolhidos no Presídio de Mafra”, afirmou o delegado de Papanduva, Eduardo Borges.





Deixe seu comentário: