Fim de semana teve apreensão de drogas e perturbação do sossego

Confira as ocorrências policiais atendidas em Canoinhas e em Três Barras

 

DROGAS


Na tarde de sexta-feira, 8, equipes da Polícia Militars (PM) de Três Barras foram chamadas na rua 10 de Julho, no distrito do São Cristóvão, para verificar jovens em atitude suspeita.

 

 

Ao lado de um estabelecimento comercial, os policiais avistaram um jovem se desfazendo de algo. O suspeito foi abordado e, próximo dele, foram encontrados cinco gramas de maconha. Questionado pela PM, o adolescente confirmou ser sua a droga.

 

 

Diante dos fatos, o adolescente foi apreendido juntamente com o entorpecente e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Canoinhas.

 

 

PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO I

Na tarde de domingo, 10, equipes da PM de Canoinhas foram chamadas na rua Alfredo Bach, no bairro Jardim Esperança, para cessar uma perturbação do sossego alheio.

 

 

Na primeira vez em que os policiais militares estiveram no local, o proprietário da casa foi orientado a baixar o som. Na segunda vez, quando a viatura dobrou a esquina, havia vários homens em frente à casa, sendo que um deles correu para desligar o som.



 

 

No local, os homens estavam embriagados, falando alto e passaram a proferir palavras de baixo calão para os vizinhos, mesmo na presença da equipe da Polícia Militar.

 

 

Diante dos fatos, os policiais apreenderam o painel do som e lavraram boletim na modalidade termo circunstanciado em desfavor do proprietário do veículo.

 

 

PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO II

Na noite de domingo, 10, policiais militares foram chamadas para ir até a localidade de Barra Mansa, próximo a Igreja São Pedro, para averiguar a possível perturbação por som, algazarra e veículos efetuando manobras perigosas.

 

 

Chegando no local, os policiais constataram apenas um som alto que vinha de uma casa próxima. Os policiais foram até a casa e presenciaram uma caixa de som com volume muito alto. A equipe da PM conversou com a proprietária da casa, que relatou aos policiais que os presentes estavam apenas bebendo e escutando música. No momento em que a equipe da PM conversava com a mulher, alguns vizinhos chegaram no local para reclamar do som exorbitante e relataram que já fazia bastante tempo que a perturbação acontecia.

 

 

Diante dos fatos, a caixa de som foi apreendida e um boletim Termo Circunstanciado foi elaborado, após o comprometimento da autora em comparecer em Juízo.

Deixe seu comentário: