Entidades hospitalares de SC se reúnem com a Secretaria de Estado da Saúde

As entidades representam 183 hospitais privados e filantrópicos que atendem SUS no estado/Divulgação

Representantes do segmento hospitalar apresentaram pauta com temas prioritários e urgentes

 

 

Nesta terça-feira,12, os presidentes da Associação dos Hospitais de Santa Catarina (Ahesc), da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado (Fehoesc) e da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (Fehosc), apresentaram em audiência, uma pauta de reivindicações ao secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino. As entidades representam 183 hospitais privados e filantrópicos que atendem SUS no estado.


 

Os presidentes da Associação e Federação dos Hospitais de Santa Catarina e Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (Fehosc), Altamiro Bittencourt, Tércio Kasten e Hilário Dalmann, acompanhados pelo diretor executivo da Ahesc-Fehoesc, Braz Vieira, foram recebidos pelo secretário de estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino. A agenda também contou com a participação do deputado estadual Coronel Mocellin.

 

Os representantes do segmento hospitalar, responsável pelo atendimento de 70% da população catarinense, apresentaram uma pauta com temas prioritários e urgentes. Uma das maiores preocupações neste início de ano é com relação aos pagamentos dos serviços prestados. As entidades solicitaram ao secretário que o governo crie um calendário fixo com o cronograma definitivo. Parte dos pagamentos referentes a dezembro de 2018, só começaram a ser pagos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no dia 6 de fevereiro. Segundo o secretário, pagamentos junto a fornecedores foram priorizados, mas afirmou que em breve terá uma posição mais concreta para passar aos hospitais referente ao cronograma.



 

 

O secretário Helton Zeferino também falou durante a reunião, que todos os processos na secretaria estão sendo revistos e que convidará os representantes da Ahesc-Fehoesc-Fehosc, para juntos analisarem temas de interesse como as contratualizações dos hospitais”. A parceria com as entidades é de fundamental importância para que os dois setores: público e privado atendam as demandas da melhor forma possível”, destaca. O presidente da Fehoesc, Tércio Kasten elogiou a iniciativa: “Nunca fomos convidados a discutir os contratos assinados entre os hospitais e o governo, pela primeira vez nos sentimos atendidos, desta forma poderemos dar melhores respostas a população catarinense”, destaca Kasten. Para o presidente da Ahesc, Altamiro Bittencourt, “precisamos neste momento de muita transparência de ambas as partes, desta forma nossa parceria com o governo ficará ainda mais fortalecida”.

 

 

O presidente da Fehosc, Hilário Dalmann fez apelo também para que o governo possa dar uma resposta a rede hospitalar que aguarda posição se os mutirões de cirurgias são retomados. Os presidentes também cobraram os pagamentos dos atendimentos das Redes de Urgência e Emergência que estão em atraso desde junho de 2018. Além de sugerirem a instituição de um novo debate sobre a política de incentivo estadual aos hospitais. Ao final do encontro o secretário de estado da Saúde, Helton Zeferino, foi convidado a participar da próxima reunião de diretorias das entidades, no dia 8 de março na sede, em Florianópolis.

 

Deixe seu comentário: